quarta-feira, 23 de junho de 2010

Realidade


Você tranca suas emoções em um báu do qual eu não tenho a chave , você não sorri , suas palavras são as mesmas , o silêncio é o mesmo seu medo de erra te cala , confie em você , pois se tirar a confiança oque restará , Eu não sinto seus sentimentos eu não vejo além dos seus olhos , talvez porque não a nada para ser sentido não a nada para ser visto , você vê o mundo em branco e preto , você vê as pessoas reflectidas por um vidro quebrado , você vê em um sorriso as suas lagrímas mesmo antes de existirem , mas se um dia você enxergar além do seu medo , lembre-se , Pessoas felizes não sabem que são felizes , mais pessoas tristes se lembram disso todos os dias , e mesmo os felizes acham que são tristes bom seria se os tristes achassem que são felizes .

terça-feira, 15 de junho de 2010

A verdade sobre a mentira


Dizem que as pessoas temem o desconhecido , mas o perigo habituava a mente do criador desta frase , pois você era um desconhecido aos meus olhos , mais sua aura era nítida para pessoas com pouca percepção , é idiotice minha provar do veneno e não saber qual a causa da morte , mas até hoje eu não sei , porque seu rotulo era uma mentira e eu não li nas entrelinhas , verdades ditas sobre você , eram mentiras para mim , mas a verdade veio a tona deixando a certeza nas palavras dos '' mentirosos'' , As suas mentiras te levaram ao fim da minha tolerância . E hoje eu vejo o valor que você deu , para todo o amor que eu te dei , nos lenços em que minhas lagrímas eu sequei .

domingo, 13 de junho de 2010

Fatos e Atos


O meu quarto está vazio , Em cada canto a lembranças que a saudade guarda em minha mente , as lagrímas escorem pelas paredes e eu as seco com nossas fotos rasgadas , só a o gosto e o cheiro que só eu consigo sentir . Estou deitada olhando memorias em pedaços de papeis , mais os tais papeis já cortarão meus dedos e agora só deixam fragmentos de meu coração , pois no papel há a verdade que seus olhos não conseguiam esconder de mim . Seus atos me davão dicas mas o seu sorriso impossibilitava a minha percepção . Os fatos não me deixam esquecer doque você queria me dizer mais que só a vida me mostrou , oque me consola é saber que a vida só ensina oque não temos capacidade para compreender , e eu sempre quis te dizer o quanto eu te amava mais eu sempre senti mais doque eu podia entender , agora eu sei , os atos me afastaram de você , os fatos me fizeram te esquecer , mais a vida me ensinou o porque .

terça-feira, 1 de junho de 2010

lagrímas no silêncio das palavras


A poesia é um salto na imaginação, as vezes sem volta pra realidade , que habitua o olhar do mundo , A poesia é proibida e banida na mente de pessoas mortas , pois quem não ama já está morto mesmo em vida , e pessoas sem amor não criam poesias , apenas choram por não poder entende-las por não poder senti las , por não poder ver as lágrimas escritas no papel de quem provavelmente ama .